sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O Primeiro dia de Escola....

O irmão de Inês consegue convencê-la de que na escola as refeições são servidas em pratos comestíveis. E de vários sabores. “Os pratos sabem a chouriço, a mortadela, a queijo frito, a arroz-doce, a gelatina de morango e a chocolate. Os que sabem a chocolate só se comem em dias especiais.” Esta é uma de várias “aldrabices” que o rapaz, de nome António, inventa para apoquentar a irmã, ansiosa por se estrear na escola no dia seguinte. Será o avô que a irá sossegar ao contar-lhe como viveu esse dia muitos anos antes.
António Mota encontrou uma forma comovente de valorizar a escola como lugar não apenas de conhecimento, mas de sementes de amizade e futuro. Em várias gerações. As ilustrações de Paulo Gailindro (e dos seus filhos: Miguel, quatro anos, e João, dez) tornam o ambiente do livro ainda mais feliz.
Porque é bom andar na escola.